O Legislativo perto de você


Vereadores denunciam cortes de árvores no Parque Ecológico
09/12/2011

 




Na última Sessão de Câmara, realizada nessa quarta-feira (16), os vereadores Silvino Dentista (PSDB) e Edmilson Armellei (PP) usaram a Tribuna para denunciar o corte de árvores no Parque Ecológico, realizado, mais uma vez, pela Prefeitura Municipal. Conforme os vereadores, na manhã dessa última terça-feira (08) cerca de 20 árvores foram cortadas no Parque.
De acordo com os relatos, logo pela manhã os parlamentares foram acionados por moradores do bairro, e, chegando ao local observaram que diversas árvores foram cortadas sob a alegação de que estavam condenadas. Porém, estranhamente, não havia demarcação em nenhuma delas. Conforme documentação fotográfica, funcionários da empresa MB Engenharia cortavam as espécies sem o acompanhamento de biólogos ou agrônomos responsáveis.
Vale lembrar que as árvores encontravam-se a menos de 30 metros do leito do rio, ou seja, em APP (área de preservação permanente), o que é proibido pelo código florestal (Lei 4.771/65).  
Esta não foi a primeira vez que a Administração de Fabiane Santiago (PV) pratica o corte de árvores. A Prefeitura já foi autuada e precisou firmar um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) por ter cortado dezenas de árvores da mata ciliar em meados de agosto de 2009. Na memorável ocasião, a alegação era de que as árvores foram cortadas para “adequação” dos espaços da Festa do Peão de Boiadeiro. Além disso, os cortes das árvores da Praça do Rosário também geraram polêmica no município.
Indignados, os vereadores acionaram a Polícia Florestal que só foi chegar ao local cerca de cinco horas depois. Mesmo com o atraso, a Polícia lavrou um boletim de ocorrência, e a empresa será notificada.
Nessa última sexta-feira (11), o vereador Silvino (PSDB) protocolou requerimento solicitando da Prefeitura cópia dos eventuais laudos de condenação, bem como cópia da documentação que autorizou o corte em APP. O caso será levado ao Ministério Público do Estado.