O Legislativo perto de você


Após indicação da Câmara, Programa de Planejamento Familiar é implantado em Piracaia
14/09/2011



Desde agosto passado, a população piracaiense conta com o Programa de Planejamento Familiar, que oferece informações e acesso a métodos contraceptivos para homens e mulheres. Através do Programa, a Prefeitura Municipal disponibiliza medicações contraceptivas na farmácia municipal. Até mesmo cirurgias (vasectomia ou laqueadura) – por indicação médica – serão realizadas  na Santa Casa Local.
Para que isso se concretizasse, a Câmara Municipal, por meio da vereadora Eunice Cabral (PDT), encaminhou projetos ao Executivo visando à adoção de políticas públicas de Planejamento Familiar. A indicação Nº 31/2011, encaminhada pela vereadora, sugeria a criação de Conselho Municipal de Planejamento Familiar (Complafam). O conselho proposto seria a instância de deliberação colegiada e de formação paritária, cujos objetivos seriam propor e fiscalizar a implementação de ações referentes a políticas públicas de planejamento familiar.
Para Eunice Cabral, o projeto objetiva chamar a atenção da sociedade para a importância do planejamento familiar, principalmente na conscientização de adolescentes e jovens, visando, ainda, atingir toda e qualquer faixa etária e de todas as classes sociais.
Já a indicação Nº 74/2010 delineava ao Executivo a criação da “Política Municipal de Prevenção e Atendimento à gravidez na Adolescência”, objetivando a implantação de ações como orientação e o acompanhamento das adolescentes visado diminuir a incidência de gravidez precoce e minimizar os efeitos negativos da vida dos menores.
Para a prefeita Fabiane Santiago (PV), o programa é de suma importância para a comunidade. “Teremos palestras educativas e os pacientes vão receber orientação médica sobre o método indicado para cada caso, inclusive cirúrgico”, disse Fabiane.
Ao tomar conhecimento que o Executivo adotou as ideias propostas, Eunice falou sobre o projeto: “Fico feliz por saber que o programa foi adotado pela Administração Municipal. Planejar a família nada mais é do que, na ocasião oportuna, ter os filhos desejados. Não estamos falando de política governamental de controle de natalidade, mas de programas de educação, orientação, informação e de saúde pública para assistência formação da família”, comemorou.